sábado, 18 de agosto de 2018

# recent

Liberdade



Dia desses durante alguma conversa de bar, eu percebi que as mulheres tem dificuldade em fazer cocô e em falar sobre. Os homens, normalmente, olham com surpresa e contam que fazem cocô uma, duas vezes por dia. As moças contam, como se fosse distinção de caráter, que nunca cagam no banheiro do trabalho. Já os homens possuem hora marcada e até uma cabine preferida pra largar o barro no trampo. Alguns relatam, inclusive, que usam esse tempo no trono para relaxar, ou aproveitar o momento para jogar, fazer relatório e até ligar para a namorada.

As mulheres, não. Só fazem em casa. Sem outra pessoa presenciando do outro lado da porta. É muita vulnerabilidade. Cocô é sujo. Vai que fede? Assim nos foi ensinado. Fazer em qualquer lugar não é coisa de menina. Deve ser por isso que eu vejo tantos relatos de mulheres com prisão de ventre. Sei de mulheres que fazem cocô uma vez por semana e só. A sociedade não nos deixa nem cagar em paz. Fazer cocô se tornou um ato de resistência.

Eu gosto muito da expressão "estar enfezado". O sujeito enfezado está puto, mal humorado, rabugento, desgostoso da vida porque precisa dar uma cagada para ficar em paz. Estar enfezado quer dizer estar "cheio de fezes". Faz todo sentido. Já ouvi falar que essa pode não ser a origem real da palavra. Mas, sinceramente, eu não quero saber o real. Esse significado é muito melhor.

Eu sempre fui uma pessoa enfezada. Principalmente no fim do dia. Eu sei, tinha o cansaço, tinha a fome, mas tinha também a vontade de cagar. Aí, se você sai com a galera pra tomar uma cerveja no fim do expediente, acaba acumulando ainda mais gases e triplicando a vontade de ir correndo pra casa. Em algum momento de pré-cerveja, eu decidi que faria parte da resistência. Ia cagar no trabalho, sim. E foi um alívio. Ahh, mas o cheiro? Ahh mas e se alguém ouve o barulho da bosta na água? Bom, essa é a hora de praticar o mantra milenar chamado "fooooda-seeeee". Cagar no horário de trabalho é um ato de resistência ainda maior. É como se o seu patrão estivesse te pagando para fazer aquilo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow Us @soratemplates