quarta-feira, 13 de abril de 2016

# featured

Pai de selfie

Na internet você aprende várias coisas. Uma delas é que você não é uma pessoa única. Seus problemas podem ser os problemas de milhares de pessoas. Aquela pessoa pentelha na sua vida não é exclusividade sua, ela existe em vários lares pelo mundo. Ou vai dizer que você não conhece um pai de selfie? Talvez você não conheça a nomenclatura científica, então eu vou explicar o modus operandi para você entender melhor.

O pai de selfie aparenta ser uma ótima pessoa. Ele é um bom funcionário, um ótimo amigo, ótimo cidadão pagador de impostos. Diz que é uma pessoa responsável, que leva sua vida a sério. O pai de selfie, obviamente tem filho. O pai de selfie diz que é um ótimo pai. Ele parece realmente acreditar nisso. Você, que está de fora, não vai saber que não é bem assim se não conversar com a mãe da criança. Mas ela é rotulada de louca e histérica às vezes, o que dificulta a palavra dela ser levada a sério.

O pai de selfie se caracteriza, basicamente, por adorar postar fotos maravilhosas com o filho nas redes sociais para que todos possam ver o exemplo de pai que ele é, curtir, ganhar chuva de confete e até ganhar o coração de umas moças desavisadas. O pai de selfie dura os segundos suficientes para que se tire uma boa selfie com a criança e apenas isso.

O pai de selfie bate no peito pra dizer que é o melhor pai do mundo, que ama o filho mais do que qualquer coisa nessa vida, mas quando a mãe liga para conversar sobre aumento de pensão, ele diz que não tem necessidade, já que ele conhece várias famílias que se sustentam com meio salário mínimo e criar só uma criança com o mesmo valor tem que ser fácil.

O pai de selfie adora criticar a criação da mãe naquela única tarde de domingo em que ele ficou com o filho. O pai se selfie acha realmente que sabe criar o filho melhor, mas não coloca seus fantásticos ensinamentos em prática. Normalmente, os pais de selfies vem acompanhados de avós que fazem nos bastidores tudo aquilo que o paizão diz fazer. Isso não vai pro Facebook.

O pai de selfie é meio egocêntrico e acha que tudo é sobre ele. Então, se a mãe liga pra cobrar a pensão, ele logo esperneia e diz que não tem dinheiro aquele mês, ou que a mãe gastou demais, ou que é melhor que a mãe pare de encher o saco dele porque ele não quer voltar com ela. Mas é claro que a mãe quer voltar com ele! Que mulher não iria querer uma espécie de pai de selfie dentro de casa, todos os dias, só pra ela? <3 Você encontra mais pais de selfie pela rua do que cachorro vira-lata. A diferença é que o vira-lata você realmente tem vontade de levar pra casa e cuidar.

O pai de selfie chega na mesa do bar e diz pros amigos que metade do salário dele vai pro bolso da ex. O pai de selfie critica todas as escolhas da mãe. O pai de selfie, mesmo tendo estudado em escola pública a vida inteira, acha um absurdo que o filho frequente um jardim de infância nos mesmos moldes. Mas, quando a mãe consegue colocar a criança numa escola particular, o pai diz que não gostou da escola e que não vai ajudar a pagar.

O pai de selfie é uma ótima pessoa, está sempre disponível para festas, viagens e compromissos afins. No lado oposto de um pai de selfie, existe provavelmente uma mãe sobrecarregada. Fisicamente, psicologicamente, financeiramente.

E para as moças desavisadas, eu posso deixar um aviso. Se o cara passa mais tempo fazendo passeios com você do que com o filho, é melhor ligar o sinal amarelo. E, se você acha que ele é um ótimo pai mas a ex é que é louca, porque é isso que ele te conta, cuidado: amanhã a louca pode ser você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário