terça-feira, 8 de setembro de 2015

# Desafio Literário

SeXo - Mirian Goldenberg

Décimo livro do Desafio Literário: título que tenha apenas uma palavra


Eu poderia fazer um desafio só de livros que compro pela capa porque esse é mais um deles. Primeiro porque ele não se chama Sexo, ou SEXO, ou sexo, mas sim SeXo. Me chamou atenção, apesar de não ter conseguido entender a razão de ser. Capa rosa choque (ainda se chama assim?), em alto relevo com a palavra "sexo" estampada, não tem como chamar atenção. E ele é de 2015, se você estiver precisando de dicas para esse item.

Se eu tivesse aberto o livro antes de comprar, eu teria uma ideia do que me aguardava. Mas talvez tenha sido melhor assim, porque é bem provável que não comprasse. Miriam Goldenberg é antropóloga, já escreveu livros sobre sexo, relacionamentos, seres humanos, mas nunca um romance. Nesse ela inovou.

A história contada é de uma moça que transa com um cara, que acha que tem a melhor transa da vida com o cara de "pau duro, nem grosso, nem fino" que "meteu, gozou 6x seguidas" na buceta dela (guardem isso). Ela, achando que encontrou o amor da vida e ele sumiu.

Parece batido, mas a inovação vem da forma como ela conta. Dado momento do livro ela define como Fluxo verbomaníaco, Incontinência verbal, Diarreia verborreia, Vômito verborrágico, Desabafo. E é exatamente isso. O livro é contado todo como se fosse um fluxo de pensamento, que você pode ir lendo numa velocidade maluca de pensamento, com palavras repetidas à exaustão do jeitinho que a gente faz quando está se martirizando com esse tipo de "por que ele não me ligou?". Acho que é por isso que a gente fica insuportável quando leva um pé na bunda, porque fica repetindo a mesma coisa o-tempo-todo. Pareceu bem real pra mim. Além disso, é um livro super rápido de ler, o que foi uma bênção, pois assim eu consegui recuperar a meta do Desafio e agora estou em dia com as minhas leituras.

O que eu poderia dizer pra personagem é que, se ela fosse minha amiga, eu teria ajudado à chegar na conclusão logo na primeira página.

Se não entendeu nada do Desafio Literário, vem cá que eu te explico

Nenhum comentário:

Postar um comentário