quarta-feira, 3 de junho de 2015

# Desafio Literário

Homens, Mulheres & Filhos - Chad Kultgen

Sétimo livro do Desafio Literário: livro que tenha virado filme ou série


Esse deve ser o item mais fácil do Desafio Literário porque livro que virou filme ou série é o que mais tem por aí. Ao mesmo tempo, esse pode ser um dos itens mais difíceis do Desafio Literário porque livro que virou filme ou série é o que mais tem por aí. Eu estava quase me rendendo ao Comer, Rezar e Amar para esse desafio quando lembrei do dia em que eu resolvi ir ao cinema.

Faz uns anos que eu fiquei meio desencantada com a sala de cinema. A pipoca velha, o ingresso caro, as filas, o ingresso caro. Além disso, depois da Alice, tempo pra sair de casa pra ver filme ficou bem escasso. É por isso que hoje em dia Netflix é meu mozão e nada me faltará. Vivemos um relacionamento bem intenso. Tão intenso que cancelei a TV a cabo daqui de casa.

Mas, voltando ao livro, num belo dia nublado de uma estação que eu não lembro qual era, eu tive vontade de ir ao cinema. Não sei, só sei que foi assim. Lá fui eu toda pimpona no site do cinema escolher um filme e o que me interessou estava passando a única sessão do dia naquele exato momento em que eu estava ainda de pijama, às 15h, sentada na cama. Era Homens, Mulheres & Filhos. O tema me interessou, tinha Jennifer Aniston no elenco. Eu não precisava de mais nada. Esperei o próximo fim de semana para assistir ao filme. A minha surpresa foi muito grande quando descobri que ele havia saído de cartaz.

Fiquei esperando o bendito sair em DVD, ou entrar em cartaz no mozão, mas, por acaso, passeando pela livraria atrás dos itens do Desafio, eu achei esse livro.

Quando comecei a ler, me veio uma música do Capital Inicial (desculpa, gente) que perguntava: o que você faz quando ninguém te vê fazendo ou o que você queria fazer se ninguém pudesse te ver? É mais ou menos isso a história. O que seus filhos fazem enquanto você não está por perto? Quem eles são quando você não está olhando? A sua família é essa perfeição que aparenta ser? Tudo isso com a internet como meio potencializador. Assim, encontramos garotos viciados em jogos e pornografia, garotas anoréxicas e bulímicas, casais que traem, pessoas em depressão, pessoas paranoicas que não fazem ideia do que acontece debaixo do próprio nariz, adolescentes que não pensam em nada mais que sexo. Adultos que não pensam em nada mais que sexo.

Não sei se porque tive uma infância e adolescência muito tranquilas, mas esse cenário era muito "cara de americano" pra mim. Mas alguns questionamentos são muito pertinentes. Primeiro que você pode encontrar QUALQUER COISA na internet e esse não é um ambiente em que uma criança e um adolescente devem estar sem supervisão. Você vai precisar orientar seus filhos pra que eles não pensem que perder a virgindade é uma competição entre as pessoas da escola. Não negligencie seus filhos, ou o seu parceiro. Na internet você pode encontrar TODO TIPO de gente, tanto aquelas que distribuem foto de gatinho quanto as que se masturbam com foto de criança.

As histórias são contadas como se cada família fosse um núcleo, tipo novela, sabe. De vez em quando esses núcleos se encontram. São tantos nomes que às vezes dá pra confundir.

Todo dia é dia de começar o Desafio Literário. Vem cá brincar com a gente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário