quarta-feira, 17 de junho de 2015

# Desafio Literário

A Arte de Pedir - Amanda Palmer

Oitavo livro do Desafio Literário: livro publicado este ano (2015)


Eu ia esperar até o fim do ano pra escolher esse item do Desafio pra ter mais opções, mas eu vi muitas migas da internet lendo e quando vi a capa (eu não resisto a boas capas) eu resolvi levar. Não conhecia o trabalho da Amanda, nem como cantora, muito menos artista, nem que ela era esposa do Neil Gaiman, nem que tinha conseguido um milhão de dólares via financiamento coletivo para seu álbum, ou que havia sido palestrante no TED Talks (amo/sou palestras TED Talks). Enfim, estava sem qualquer contexto ou preconceito, ou mesmo conceito.

Foi assim que eu me apaixonei por Amanda Palmer. Olha, não costumo declarar paixões. Mas a história de vida dessa mulher é fascinante. O modo como ela lida com seus fãs, com sua carreira, com a internet, com os amigos.

Em, A arte de pedir, Amanda mostra que pedir não é vergonhoso. Você não precisa de uma grande corporação pra fazer sucesso. Nem de uma legião de fãs pra ser bem sucedida. Não tenha como foco ganhar dinheiro, mas fazer aquilo que seu público gosta. E se você cativá-los o suficiente, eles ajudarão você. Não por pena, mas porque querem mesmo. Pedir não é mendigar, aceitar ajuda dos outros não é humilhante. Essa mulher, que move multidões, já ganhou a vida como estátua viva, vestida de noiva. Não era um hobby, não era apenas por diversão. Era a profissão dela. Quem melhor saberia escrever sobre "a arte de pedir" que uma estátua viva? Difícil levar a sério alguém que diz ser estátua viva, né? Às vezes dá uma vontade de mandar um VAI TRABALHAR pra essa pessoa, né? Mas e você, quantas vezes se sentiu uma fraude? Quantas vezes achou que não deveria estar fazendo o que faz, ganhando dinheiro? Músicos, artistas, escritores, cantores, blogueiros, vlogueiros: quantos VAI TRABALHAR internos ou externos você já ouviu? 

O livro foi inspirado em uma palestra que Amanda deu no TED Talks depois que conseguiu bater o recorde de US$ 1 milhão para financiamento de um álbum, sem estar debaixo das asas de uma gravadora. Um milhão de dólares apenas com os fãs. Como ela conseguiu? Pedindo a eles. Não é sensacional isso? Eu achei. Mudou minha forma de pensar em vários assuntos, inclusive pra este blog. Até fiquei viciadinha em um dos álbuns dela, Who Killed Amanda Palmer?

Recomendadíssimo o livro, as músicas, a pessoa, etc.

E se você caiu aqui de para-quedas aqui, seja bem vindo ao Desafio Literário

Nenhum comentário:

Postar um comentário