domingo, 29 de março de 2015

# baseado em sentimentos reais # relacionamentos

500 dias com ela da vida real

Você odiou a Summer. Foi uma reação inesperada. Ao assistir 500 dias com ela, alguns homens costumam encontrar o espelho de suas próprias relações. "Ela nunca disse que era um relacionamento sério", defendem como se estivessem argumentando sobre seus relacionamentos anteriores. "Ela foi sincera!"

Mas você não. Você a odiou. Achou que foi injusta, que sacaneou um cara legal que queria ficar com ela, que criou expectativas que não ia cumprir, que ela era uma vaca, que o cara não merecia ter passado por aquilo. É irônico perceber que, mesmo com todo esse julgamento, todo esse senso de justiça com o outro, você tenha feito a mesma coisa. Você foi a minha Summer.












A mim sobrou o papel do Tom. O cara que se dedicou a fazer dar certo. O cara que deveria ter dado um duplo twist carpado pra trás e fugido da cilada quando ela disse que não queria um namorado, ou não acreditava em rótulos e no amor. Tom foi burro pra cacete, se deixou levar pelo sentimento. Adivinha só quem mais fez isso.

Relembrando palavras suas, eu era uma garota legal que merecia alguém melhor que você. Lembrando palavras minhas, você criou expectativas em mim que não tinha a menor intenção de cumprir. Pra ser mais parecido com a personagem, você teria que casar repentinamente com uma pessoa por quem tenha descoberto o maior amor do mundo. Bom, seria trágico, se não fosse cômico, eu ter visto sua última atualização de status no Facebook.

Você não deveria ter planejado viagens comigo que já sabia desde o início que não iria. Não deveria ter brigado comigo quando eu decidi ir sozinha na "nossa" viagem. Não deveria ter me deixado cancelar também. Não deveria ter falado em nome para os nossos filhos. Não mesmo. Deveria ter jogado meu shampoo fora naquela vez que esqueci o vidro dentro do box, e não me incentivar a ter esse tipo de coisa na sua casa. Você já sabia. Não deveria ter feito cocô enquanto eu tomava banho porque, cara, se isso não é sinal de um relacionamento sólido, nada mais é.

Nenhum comentário:

Postar um comentário