terça-feira, 9 de dezembro de 2014

# baseado em sentimentos reais # batcaverna

Não repara a bagunça

Olha, você chegou de repente, eu nem tava esperando visita. Então você vai ter que me desculpar. Pode entrar, só não repara a bagunça, tá?

Cuidado aí na frente, anda olhando pro chão ou você pode acabar pisando num brinquedo. A velocidade da bagunça é muito maior que a da arrumação. Inclusive às vezes ela chega a ser inversamente proporcional: quanto maior a bagunça, menor a vontade e a velocidade da arrumação. Que que eu tô falando, eu sou péssima de matemática, você sabe. Não sei nem se faz sentido o que eu falei.

Se eu fosse você, nem entraria na cozinha. Você vai encontrar a louça toda ensaboada que eu esqueci ontem porque parei pra assistir um programa interessante na TV. Se isso acontece com frequência? Bom, não é a primeira vez.

Quer comer alguma coisa? Não que eu saiba cozinhar, mas também não morro de fome aqui. E se não confiar, tem lasanha congelada no freezer. Engraçadinho, eu sei fazer mais que ovo frito e esquentar água. Não, não vai na cozinha. Deixa que eu coloco a lasanha no microondas.

Eu sei, eu sei. Eu sou muito desorganizada mas peraí, não tira os meus bonecos da ordem, tá? Da última vez que o Batman encontrou com o Espantalho ele fez o Batman achar que podia cair na porrada com o Superman e nós sabemos que o Clark é meio bobão, mas ele tem uma força que é melhor não brincar. 

Não, eu não durmo sempre na sala. É que de vez em quando faz muito silêncio no meu quarto e eu venho procurar companhia no videogame, na TV a cabo e no Netflix. Não deu tempo de arrumar, não fica me olhando com essa cara.

O quarto da Alice é bem ali. Depois eu te mostro.

Você vai ficar? Eu vou arrumar a cama pra você, peraí. Eu não tenho lado preferido porque costumo dormir na diagonal. Eu só tenho um travesseiro, pode ficar com ele. Só tenho um porque eu só preciso de um pra dormir, oras. Coloca meus livros ali no canto. Sim, eles ficam em cima da cama. Não coloca no chão, poxa. Que pecado.

Deixei uma toalha pra você no banheiro. Quer comer mais alguma coisa? Tem certeza? Eu posso fazer omelete e... Ok, você não quer mais nada, entendi.

Você vai realmente ficar? Porque eu tenho muita coisa pra arrumar, se você não sentiu vontade de fugir com o que viu e quiser esperar eu terminar... Fica à vontade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário