quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

# amizade # família

O que faz você feliz?

Em 2007 uma propaganda do Pão de Açúcar me perguntou: o que faz você feliz? Sete anos depois, a pergunta ainda ecoa na minha cabeça e, volta e meia, eu me pego divagando sobre o assunto.



Tranquilidade me faz feliz. Abrir os olhos, depois de uma noite bem dormida e descobrir que não tem nada pra fazer no dia, também. Aliás, dormir bem já me deixa bastante feliz, porque é raro. Uma cama confortável, uma companhia agradável, como não ser feliz com isso?

Encontrar os amigos, rir das histórias alheias, contar as loucuras que passam pela cabeça e descobrir que alguém passa pela mesma coisa que você, ou mesmo que tem um conselho que te ajuda a enfrentar os monstros que estão escondidos debaixo da cama, ou atrás daquele sorriso.

Lasanha me faz feliz. Pizza também. Macarrão, pipoca, Doritos, brigadeiro, refrigerante. Sushi. Coxinha, cajuzinho. Hambúrguer, batata frita (acompanhada de arroz, feijão e bife). Miojo. Comida da vó, comida da mãe.

Um sofá cheio de gente, o riso frouxo, as lembranças, as piadas saudáveis, o exercício de rir de si mesmo.

Um abraço apertado, um beijo melado, um sorriso descontrolado (tô começando a poetizar, pode ler com a voz do Arnaldo Antunes). Aquele corpinho que um dia foi tão minúsculo e indefeso que já coube dentro de uma barriga, hoje faz carinho, diz que ama e dá beijo de nariz. Isso me faz feliz demais.

Ler até dormir, jogar até fazer calo no dedo, ouvir uma música especial várias e várias vezes seguidas, chorar com filme romântico e real (inclusive, assistam Antes da Meia-Noite), maratona de série, escrever, fotografar. Posso ficar fazendo apenas isso durante semanas.

Liquidação.

Voar pra te ver me faz feliz. A ansiedade que começa na hora de comprar as passagens e só passa quando a gente se encontra. Um abraço forte, um cheiro, um beijo demorado, um alívio, uma felicidade que não cabe no peito e transborda nos olhos, na boca e enche o coração. Em tempos de amor virtual, uma bolinha verde me faz feliz, uma mensagem no Whatsapp também.

Ir ao mercado, encher o carrinho de produtos pra cabelo, gordices e coisas saudáveis que aliviam a consciência e o nível de sódio e gordura trans no corpo. Ler na fila do caixa, ouvir conversas aleatórias e pra se inspirar.

Dinheiro sobrando no fim do mês, ou encontrado em bolsas e bolsos esquecidos, poder pagar à vista (se for com desconto, melhor ainda), freela que paga em dia.

Ter liberdade pra ser eu mesma me faz feliz. Vestir o que eu quero, falar o que eu quero, não precisar ser o que não sou pra agradar, ou mostrar competência pra algo.

Sorrir e dormir. <3

Agora me diz, o que faz você feliz?


Nenhum comentário:

Postar um comentário